quarta-feira, 7 de março de 2018

Um mercado que cresce abruptamente, o mercado de Drone

Fala galera da Finansfera!!!


Eu já havia comentado aqui sobre Drones pois tinha adquirido um Mavic Pro da DJI. O brinquedinho é tão fascinante que fui aprendendo mais sobre ele, vendo vídeos e acompanhando o crescimento no mercado global.

O uso de drones para recreação aumentou muito nos últimos dois anos. Hoje em dia podemos olhar para o céu e provavelmente veremos um drone por aí. Este crescimento traz coisas boas e ruins ao mesmo tempo, pois apesar de poder ser um brinquedo, também pode ser uma arma.

Segundo o site Business Insider,  comércio de drones em 2016 já passou da casa de $8,5 bilhão e o estimado é que cheque a $12 bilhões em 2021. Só o departamento de defesa americano em 2016 reservou mais de $2,9 bilhões para drones de combate, ou seja, é um trem bala em movimento e sem freio.

Quando falamos de drones, basicamente existem três categorias, o recreativo que são aqueles que a gente compra pra brincar de filmar a gente mesmo, o empresarial que é usado para fazer filmes, propagandas e festas e o governamental que pode ser usado em praias para monitorar pessoas na água, nos parques pelas prefeituras e até para monitorar o trânsito.

Grandes empresas já estão utilizando drones para monitorar oleodutos, linhas de transmissão, plantio,   fazer comerciais e acompanhar eventos esportivos como foi o caso do Rio 2016.



Existem vários modelos que variam de 200 grama até toneladas. Segundo o site da ANAC, eles são divididos em três classes sendo elas:

  1. Peso máximo de decolagem (PMD) maior que 150 kg.
  2. Peso máximo de decolagem (PMD) maior que 25 kg e até 150 kg.
  3. Peso máximo de decolagem (PMD) menor que 25 kg, dividido em duas categorias; aeromodelos ou RPA com peso máximo de decolagem de até 250 gramas e RPA com peso máximo de decolagem maior que 250 gramas e até 25 kg

A Red Bull já usa bastante esse tipo de equipamento para fazer filmagens de suas incríveis festas e competições esportivas.

 

Se do lado recreativo é lucrativo, imagine do lado governamental? Já imaginou o número de pilotos que deixarão de ser formados por conta de drones? Quantos não perderão seus empregos e mesmo assim a autonomia em voo será aumentada? E o que falar dos custos? Quanto custa formar um piloto e quanto custa um avião?

A hora de voo de um caça chega a custar $13.500 e de um drone, $3.250, ou seja, quase 3 vezes menos com um poder de combate similar.

Hora de voo $ 13.500


Hora de voo $ 3.250
















Os Estados Unidos já utilizam drones desde 2001 e hoje já podemos ver diversos filmes mostrando como se opera este tipo de equipamento em guerras. 

Além dos drones custarem menos, exporem menos o fator humano aos risco de uma área em guerra, ainda trazem outros benefícios como autonomia de voo. Um drone pode ficar voando por mais de 36 horas ininterruptas. 

Além de bombas também pode carregar poderosas câmeras com tecnologia termal ou infra vermelho.

Se você acha que comprar um drone para fins comercial é caro, não se preocupe, temos a solução ideal para você. Nada como um crédito fácil, rápido a uma excelente taxa para animar o mercado não é mesmo?


Há muito o que falar sobre drones. A regulamentação é grande mas poucas pessoas conhecem. No post anterior eu expliquei como fazer para se cadastrar como piloto de drone e cadastrar seu equipamento para não ter problemas na hora de voar. Também mostrei como solicitar a autorização para voar em uma determinada área.

Faltar às regras têm trazido bastantes problemas no mundo todo. Apesar de poder usar o brinquedinho por aí, tem que respeitar todas as regras sob pena de ser preso e perder o equipamento que não é barato e foi o que aconteceu com este rapaz.

Belas fotos mas renderam dois dias de cadeia e a perda do drone

Outro problema que os drones trazem é a facilidade com que os terroristas podem cometer ataques a lugares distantes. Alguns drones pequenos podem carregar mais de 3kg, imagine isso tudo de explosivos? Já existem videos de drones carregando até fuzis e dando tiro há metros de distância do alvo e mesmo assim se o drone for pego, não há um dano grande ao terrorista que estará bem distante. 

Há até um video rolando no WhatsApp onde nano drones com explosivos podem atingir a cabeça de uma pessoa. Imaginem os estragos que estão por vir?


Uma outra grande aposta para os drones é a entrega de encomendas.Há quem acredite que em breve, drones farão a entrega de encomendas colocando o nosso falido Correios para escanteio de vez! Você acredita que isso possa ser concretizado?

Bom já viram o quanto o mercado de drones é promissor não é mesmo mas o problema todo é como se beneficiar desse mercado que não para de crescer? Este é o problema, a maior empresa de drones hoje é a chinesa DJI Innovations, empresa que acabou de lançar um drone chamado Mavic Air, que nada mais é  do que uma variação do já consolidado Mavic Pro. 

Existem outros fabricantes também como a GoPro com seu Karma (na verdade a GoPro tá é sofrendo muito, devo comentar em breve).  Eu queria investir não só no mercado de drones como também na DJI como um todo. A empresa produz equipamentos de filmagem fascinantes como vários modelos de drones e estabilizadores de câmeras como a Osmo. Falarei em breve sobre esses equipamentos e o quanto eles estão revolucionando o mercado de filmagens.

O site Xdrones publicou uma lista com os fabricantes de drones no mundo todo mas a maior fabricante é a DJI Innovations. Eu já procurei na internet e não encontrei a DJI com capital aberto, procurei inclusive na bolsa da China e nada feito então, para aproveitar um pouco desse mercado tem que procurar outra empresa mas nem sempre é simples assim, pois a empresa chinesa está engolindo o mercado. Já até enviei um e-mail para a empresa mas não recebi resposta.


Outra maneira de aproveitar esse mercado é sendo um profissional da área. Já existem sites que contratam pilotos de drones para fazerem filmagens e depois fazer um upload e pronto, recebem pelo serviço prestado. Caso não queira ser um freelancer, basta cair dentro e criar uma página, aprender a editar os vídeos e apresentar seu produto ao mercado. Um vídeo editado pode sair por mais de 2 mil reais. Festas, casamentos e obras são os maiores clientes hoje em dia, além é claro, do mercado mais profissional como filmes de curta metragem e novelas. Há a possibilidade de dar aulas também.

Se alguém tiver mais alguma informação sobre o assunto e quiser compartilhar conosco, basta deixar nos comentários.

Por enquanto é isso pessoal.

Abraço a todos!



Avalie:

8 comentários:

  1. BPM

    Rapaz, que informação fabulosa.

    Esse vídeo do drone estourando a cabeça do boneco e logo em seguida a imagem de um cargueiro despejando milhões de drones, me deu muito medo, muito mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é VDTS,

      Cada vez mais a tecnologia avança e teremos que criar muitas medidas de segurança. O mercado de guerra é bem lucrativo também.

      Excluir
  2. Muito bom artigo! Não vai demorar muito para termos o primeiro ataque terrorista via drone... infelizmente.

    Sr. IF365

    Blog IF365 | Acompanhe meus últimos 365 dias antes da IF e Aposentadoria Antecipada
    https://srif365.wixsite.com/if365

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já estão acontecendo IF365 apenas não ficamos sabendo. Os países em guerra, principalmente os árabes já têm essa preocupação há tempos.

      Excluir
  3. Que artigo bacana, parabéns!
    Achei interessante aquela abordagem da polícia usando drones para encurralar traficantes no Rio. Mas acredito que jájá serão os traficantes que estarão usando drones, rs.
    Com certeza uma tecnologia que veio pra ficar e vai ajudar a humanidade, mas com certeza será usada para o mal também, como tudo que o homem inventa.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uó, drone pra segurança pública pode ser usado em diversos níveis, desde aqueles recreativos que vemos por aí, que pode ir monitorar algo próximo é pontual, como os que a Força Aérea já tem e fica sobrevoando a uma altitude que não vemos mas que com equipamentos como FLIR e outros sensores, podem monitorar uma favela inteira.

      Excluir
  4. Legal as possibilidades porem Perturbador , fiquei pensando que seria de grande valia drones autônomos fazendo ronda em condomínios , empresas .Quem conseguir programar um sistema completo e integrado fara muito dinheiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já existe Soldado. Já tem projetos de drone integrado com centro de vigilância com transmissão on Line de imagens. Você pode programar rotas para ele fazer mas de qualquer maneira vai precisar de alguém monitorando.

      Excluir

Deixe aqui seu comentário, colabore com a comunidade rumo à independência financeira!