Drone DJI Mavic 2

by - 09:45

Fala galera da Finansfera!!!

Novo Drone DJI Mavic 2 




Acho que vocês já perceberam que sou um pouco (pra não dizer muito) fã de tecnologia né, não é à toa que sou applemaníaco mas hoje vou falar sobre esta novidade que a DJI lançou recentemente.

Já falei sobre drones aqui e aqui e agora vou comentar um pouco sobre os novos drones Mavic 2. A DJI lançou dois modelos novos de uma vez chamado de Mavic 2 Pro e Mavic 2 Zoom. Interessante notar que há muito sentíamos falta de um zoom em uma câmera de drone. O Karma da GoPro usa a própria GoPro para filmar e também não há capacidade de zoom. Muitas vezes o zoom é necessário.

Uma coisa que a DJI ainda não descobriu como fazer, ou não quis fazer, foi colocar uma única câmera que fizesse tudo, inclusive o recurso do zoom, sendo assim lançaram 2 modelos com a câmera embarcada, ou seja, se quiser ter todos os recursos terá que adquirir os dois drones.


Mavic 2 Pro

Comparando com o Mavic Pro, o Mavic 2 Pro tem a área do sensor CMOS em torno de 4 vezes mais eficiente que o modelo anterior, performance melhor em luz baixa e uma capacidade ISO muito maior.

Também melhorou seu sistema de captação de cores tornando muito mais eficiente as filmagens e fotos em diversos tons de cores como em um pôr do sol por exemplo. A captura de cor chega a 1 bilhão de cores contra 16 milhões do modelo anterior. Imaginem a capacidade de processar isso?!

Com a câmera capaz de gravar em 4k com suporte em HDR, você pode ligar diretamente em uma TV a transmitir a imagem ao vivo. A abertura automática da lente f/2.8-f/11 permite que você capture imagens com diferentes luzes, caso precise capturar imagens com muito brilho, utilize a configuração f/2.8 e em pouco brilho, f/11.


Mavic 2 Zoom

Para aqueles que sentiam falta de um zoom na hora de capturar imagens com o drone, seus problemas acabaram. O Mavic 2 Zoom possui um sensor de 12 megapixels de 1 / 2,3 polegadas com zoom de até 4x, incluindo um zoom óptico de 2x (24-48 mm). 

O Mavic 2 Zoom possui uma lente que aprimora o efeito de paralaxe que é a diferença na posição aparente de um objeto visto por observadores distintos, ou seja, você vê um fundo girar em velocidade diferente de um ponto de referência como uma pessoa no alto de uma montanha. É muito utilizado em filmes.

Agora possui um recurso chamado Dolly Zoom que é parecido com aquele efeito que os iPhones tem com as fotos live. Mesmo em voo você pode capturar uma imagem com um zoom trazendo aquela sensação de movimento mais intenso. Mencionei a capacidade de fotografar em alta resolução? Pois é, 48 megapixels dispensa até comentários né. Tente revelar uma foto em 48 megapixels.

Outros recursos



Fora as características específicas de cada uma, ambos possuem outros recursos como hyperlapse que nada mais é do que os videos de timelapse que fazemos com a GoPro parada. Agora o Mavic 2 pode fazer isso em voo.

Semelhante ao modelo anterior, ainda pode fazer videos em círculo rodeando um objetivo ou percorrer um caminha pré determinado ou um curso programado. A compressão das imagens agora é feita em H265.

O alcance aumentou para 8km mas convenhamos, colocar um bichinho desses pra ir a 8km da gente é muito difícil. O máximo que já lancei o meu foi a 2,4km e mesmo assim em um campo aberto e deu aquele aperto no coração, afinal é bem caro pra perder ele por ai mesmo tendo recursos para saber onde pousou.

Velocidade máxima aumentou de 60 para 72km/h. Já vi aplicativos que fazem chegar a 90km/h mas nunca testei. A bateria também teve seu upgrade e agora dura até 31 minutos contra algo em torno de 25 do modelos anterior. Claro que tudo depende do uso e do vento, se o vento estiver muito forte vai exigir mais dos motores e durar menos.

Além de estar menos barulhento, o Mavic 2 agora possui sensores em todas as direções evitando assim uma colisão inesperada. Já vi vários videos de pessoas perdendo o drone por estar voando com ele de lado e bater em uma árvore ou algo parecido. Eu mesmo já passei por uma situação de bater com o meu em uma trave de futebol, sorte que foi bem de leve e eu já estava subindo ele.

Claro que tudo tem um limite e para os sensores funcionarem bem é preciso não estar na velocidade máxima. O sensor frontal detecta obstáculos a mais de 20 metros, os sensores que ficam abaixo dele além de detectar obstáculos também facilitam o pouso com suas luzes de pouso.

Além daquelas funções de hélix, drone ou rocket, os novos modelos vieram com o Dolly zoom,  orbital e boomerang aumentando os recursos de vídeos muito visuais sem nenhuma dificuldade de fazer. Basta selecionar a opção desejada e deixar que ele faça a mágica toda.

O Active track, aquela função de seguir um objeto em movimento, ganhou uma inteligência a mais. Agora ele faz um calculo da trajetória do objeto quando perde este de vista para quando aparecer novamente a imagem ter continuidade sem travas, ou seja, o objeto pode passar atrás de um obstáculo, morro pequeno ou outra barreira que o Mavic calcula quando aparecerá novamente e continua a filmagem.

Vale a pena trocar o Mavic Pro pelo Mavic 2 Pro?

Esta é uma pergunta bem particular. Confesso que tenho vontade de comprar o modelo novo e apesar de eu usar bastante o meu Mavic, ele ainda tá muito novo, sem nenhum arranhão e nem consegui dominar todos os recursos dele ainda. É preciso gastar horas e horas de voos e testes para aprender a utilizar todos os recursos.

Meu Mavic modelo anterior é super resistente, filma em 4k, tira excelentes fotos, atinge uma boa velocidade e possuo 4 baterias além de outros acessórios. Não, não é uma propaganda e não quero vender 😂, é apenas uma análise pra saber se há necessidade ou não de trocar o drone uma vez que os novos modelos saem, nos EUA, por: Mavic 2 Pro $1.449,00 e Mavic 2 Zoom $1.249,00. O meu paguei $1.299,00 com kit combo de 3 baterias, carregador pra carro e adaptador para carregar dispositivos usb mais a bolsa para carregar.

As novidades como sensor para todos os lados, alguns recursos extras como Dolly zoom, orbital e boomerang e a bateria com duração de 31 minutos são itens tentadores que faz a gente coçar pra trocar de modelo. Esses 6 minutos a mais, em média, da bateria faz uma grande diferença, pois pra quem tem 4 baterias como eu, teria um aumento de 24 minutos por ciclo.

Mavic Pro ou Phantom?

A DJI possui diversos modelos de drones em seu catálogo. Uns, apesar de serem para "amadores", são bem profissionais. Já outros como o inspire, é para filmagens mais profissionais como filmes e novelas e custam mais de 30 mil reais.

O Panthom é um excelente modelo para quem faz trabalhos pequenos como casamentos, festinhas, eventos esportivos incluindo filmar surfistas mas sinceramente, já fiz tudo isso com meu Mavic Pro e não deixou a desejar em nada, então entre um Mavic 2 ou um Phantom, com certeza vou de Mavic 2.

Outra vantagem dos Mavic de qualquer modelo é a portabilidade e o peso. O tamanho dos Mavic é perfeito para carregar em viagens cabendo em qualquer mochila. O peso não chega a 800 gramas e com todos os acessórios deve chegar em aproximadamente 2kg no máximo o que faz ser fácil de carregar. Para quem ainda tem dúvida sobre carregar os drones em viagens, saiba que não há nenhum problema em levá-lo na mala de mão e passar no raio x.

Falando em acessórios, em todos os modelos você pode usar o drone com os óculos da Google para ter uma imagem em primeira pessoa. É mais um acessório caro e eu não tenho por gostar mesmo de voar tendo a consciência situacional de tudo o que está à minha volta mas sei que vale a pena o brinquedo.

Como usar um drone?

A utilização de drones requer cadastros e autorizações. Não pense em voar drones por aí sem antes ter as autorizações previstas para não incorrer em até crimes. A Força Aérea tem em seu site do DECEA, Departamento de Controle do Espaço Aéreo, todas as informações para se regularizar e voar com segurança. 

Neste post eu explico como deve ser feito esse cadastro e como deve pedir as autorizações para voos. Respeite, pois o DECEA está aplicando sanções conforme descrito aqui, caso contrário poderá ser preso e responder processo conforme esta reportagem.

Veja a quantidade de drones cadastrados no último ano. Podemos perceber na imagem abaixo como tem crescido exponencialmente os cadastros nos últimos meses e isso pode não ser exatamente que mais drones estejam sendo vendido mas sim que as pessoas estão se conscientizando do uso e fazendo o que a legislação manda. As informações são do próprio site da ANAC.


Conclusão

A DJI é a Apple dos drones. Após o Mavic Pro que fez muito sucesso, a empresa lançou outros modelos mais simples como o Mavic Air e o Mavic Pro Platinum que na minha visão não vale a pena comprar, prefiro o Mavic Pro antigo, no entanto agora veio arrebentado com os modelos Mavic 2 Pro e zoom e para aqueles que pretendem comprar um drone, sugiro juntar um pouco mais e partir para esses modelos, afinal não há necessidade nenhuma de praticar antes em drones menores.

Veja o vídeo oficial da DJI sobre os dois modelos.


E você, gosta de um gadget? Possui um drone? Tá pesquisando um pra comprar?

Por enquanto é isso pessoal!

Abraço a todos!




You May Also Like

10 comentários

  1. O que Applemaniaco tem a ver com gostar de teconologia? Gostar de moda então, pq Apple perde em tech até para a Huawei !
    Se é Apple dos drones, prefiro a Saumsung que pelo menos te dá liberdade de fazer o que quiser com o aparelho e o sistema não lhe chama de burro o tempo todo !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anonimo,

      É uma questão de gosto. No seu caso será a Samsung dos drones e pra outros o Huawei dos drones.

      Importante é que o post fala dos novos Mavic. Tem quem goste mais do Karma da GoPro também. Tem espaço pra todos 🙂

      Excluir
  2. ih tá igual ao corey misturando investimento com assunto nada aver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      O blog não é sobre investimentos, é sobre varios assuntos.

      Abraço.

      Excluir
  3. Vai melhorar qnd pudermos conectar uma arma que atira neles!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já existe Frugal mas não para uso recreativo 😀

      Excluir
  4. Já pensou em montar um negócio em cima dq vc gosta? Tipo tecnologia... acho legal quem trabalha com esse tipo de coisa e tem acesso à esses brinquedos de adulto enquanto ainda ganha grana com eles. Morro de inveja de caras como o do Unbox Therapy que o trabalho é simplesmente fazer review de tecnologia de ponta.


    Sr. IF365

    Blog do Sr.IF365 | Acompanhe meus últimos 365 dias antes da IF e Aposentadoria Antecipada
    www.srif365.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IF 365,

      Já pensei sim mas me falta tempo. Eu gosto muito de tecnologia e de fazer reviews e testes pra depois dizer as impressões que tive mas como falei, isso leva tempo mas é um projeto para a aposentadoria.

      Quem diz que na aposentadoria não vai fazer nada está sem rumo, tenho uma lista de coisas a fazer quando me aposentar, até lá vou só testando os brinquedos.

      Já quero comprar esse novo Mavic pra fazer comparações com o que já tenho.

      Abraço!

      Excluir
  5. Bom dia.Tire-me uma dúvida: você disse que comprou seu drone em dólar,então foi fora do país.Você conseguiu comprar com selo na Anatel?Para trazer para o Brasil tem que ser homologado,com selo da Anatel.Caso contrário a Receita Federal confisca o aparelho.Quero viajar aos E.U.A ano que vem e trazer o Mavic Pro ll,mas não sei se é possível encontrar com selo na Anatel.Como alguns modelos são homologados pela Anatel,eu não sei se eles saem de fábrica com selo ou se são as lojas que homologam quando importam.Aguardo retorno.Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elicenes,

      Eu comprei nos EUA e já vem com o selo da Anatel gravado nele. Não precisa cadastrar quando trazer porque já está registrado.

      A receita não apreende seu drone só pelo fato de não o selo da Anatel até porque você pode registrar caso não tenha.

      Não sei se os Mavic 2 já estão vindo com o selo mas basta você olha no próprio drone. Basta tirar a bateria e olhar.

      Qualquer divida estou à disposição

      Excluir

Deixe aqui seu comentário, colabore com a comunidade rumo à independência financeira!

Siga o BPM!